quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Melodia do Mal (John Ajvide Lindqvist)

Quem aprecia o gênero de terror e suspense mas apenas consome as produções cinematográficas do tema, pode estar se privando de uma grande ensaio sensorial ao ignorar os livros que abraçam o estilo. Durante uma leitura, você é provocado a aguçar alguns sentidos que muitas vezes são supridos pelas imagens espetaculosas de um filme, concentrando a sua atenção no que você está vendo, e infelizmente negligenciando o que você deveria sentir com as pontadas de horror que o enredo oferece. Afinal, o terror se manifesta muito mais no campo do psicológico, do que no audiovisual. 
Se os filmes do gênero já não me causam mais tanto pavor devido ao ceticismo da idade, tenho que admitir que os livros ainda são capazes de me aterrorizar. Em parte devido ao formato que dispõe de mais tempo para trabalhar a história junto ao psiquê do público. Um artifício muito bem utilizado nas páginas de 'Melodia do Mal' (Editora Tordesilhas, 482 páginas), uma obra empolgante do autor John Ajvide Lindqvist, que cuidadosamente envolve o leitor em um incrível suspensa gradativo.

A pequenina Theres era apenas um bebê quando foi encontrada pelo músico fracassado Lennart quase sem vida numa cova rasa de um bosque. Em uma tentativa de salva-la, ele sopra o ar para os pulmões da menina que reage soltando uma aguda nota musical que estremece as folhas do lugar. A jovem então cresce isolada do mundo pelos pais adotivos que transmitem para ela todas as suas frustrações musicais, ensaiando seu canto de forma exaustiva como se a criança representasse uma oportunidade de recomeço em suas carreiras.
Desde cedo, Theres demonstra que não é apenas o seu canto que é assombroso, seu olhar distante, falta de interação social e completo desinteresse por qualquer coisa que  envolva a música, apresenta um lado sombrio que vai se revelando de forma perturbadora no decorrer da história.
Quando seus pais são brutalmente assassinados de forma misteriosa, a pequenina se vê livre para ganhar o mundo que lhe foi privado por tanto tempo. Enquanto cresce, Theres vai mostrando uma personalidade cada vez mais fria, e unindo a sua melodia com as letras estranhas da amiga Teresa, sua música começa a soar tão perigosa quanto ela.

Apesar da trama flertar constantemente com o sobrenatural, 'Melodia do Mal' trabalha mais intensamente em um plano psicológico, gerando mais perguntas do que respostas durante o seu enredo, com o propósito de deixar o leitor totalmente desorientado quanto ao possível final da história.
Quando esse tipo de obra se propõe a mexer com a sua mente, não existe meio termo. Ou o autor te leva a uma experiência que vai ressoar na sua cabeça durante as próximas semanas após o fim da leitura, ou a leitura provavelmente será abandonada ainda nos primeiros capítulos. E duvido muito que você consiga sair desse espetáculo antes do encerramento do show de Theres.

Para conhecer o final desta história, clique agora no banner abaixo da nossa parceira Submarino, e compre o seu exemplar. Depois volte aqui e conte a sua própria experiência com o livro em nossos comentários.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário