terça-feira, 23 de agosto de 2016

Conheça 'A Legião dos Condenados', o 'Esquadrão Suicida' da vida real

Apesar de parecer um tema bem atual, leitores mais antigos sabem bem que o conceito de reunir um grupo de condenados para compor uma equipe destinada a executar o trabalho sujo de uma guerra, não é algo tão novo assim. A ideia central que conduz a formação do 'Esquadrão Suicida' nos quadrinhos (e agora nos cinemas também), foi inspirada em verdadeiros pelotões que, durante a II Guerra Mundial, eram formados por presos militares que tinham suas penas revogadas ou reduzidas, em troca de serviços extremamente perigosos e desagradáveis até mesmo para um soldado raso da época.
Um bom exemplo dessa prática real é retratada no livro 'A Legião dos Condenados', recentemente lançado por aqui pela Editora Labareda, e escrito pelo dinamarquês Sven Hassel. Conhecido como o maior autor de livros bélicos do mundo, e ele próprio membro de um desses batalhões reunidos pela Alemanha nazista, para combater o avanço da frente comunista russa. 
Sem opção, esses homens serviram em missões que não rendiam medalhas, ou qualquer tipo de glória para os poucos sobreviventes.
No livro, acompanhamos o início da formação do grupamento de Hassel. Recrutado nas prisões militares para nutrir o já esgotado front alemão perto do fim da guerra. E obrigados a doarem suas vidas, em uma batalha praticamente perdida. Sven conta como foi a cumplicidade entre seus companheiros que o acompanharam em diversas situações onde a camaradagem foi mais importante do que qualquer treinamento que tenham recebido.
Outro paralelo interessante entre os dois enredos é o ódio nutrido pelos seus soldados contra os seus comandantes, tendo os oficiais nazistas da SS atuando praticamente como a Amanda Waller de 'A Legião dos Condenados'. E assim como em 'Esquadrão Suicida', essa tensão também proporciona algumas cenas hilárias em que o batalhão de Sven muitas vezes sabotam seus superiores, os colocando em posições humilhantes e perigosas.

Como um soldado na frente, Hassel foi exposto aos perigos de lutar em várias linhas de batalhas. No entanto, quando a guerra terminou em 1945, como consequência de ter lutado do lado alemão, ele ficou preso em várias prisões e campos de concentração russos, como um prisioneiro de guerra. Foi enquanto pagava uma de suas sentenças que ele começou a escrever seu primeiro livro. 
O autor criou então uma série de 14 romances sobre a II Guerra Mundial, inspirados em seus encontros e experiências em campo de batalha. Seus livros são sucesso mundial com mais de 53 milhões de cópias vendidas, traduzida em 25 idiomas e publicados em mais de 50 países. Uma longa fonte de inspiração garantida para as futuras sequências de 'Esquadrão Suicida'.

*O livro 'A Legião dos Condenados' é um lançamento da Editora Labareda, e está disponível na Livraria Cultura. Compre clicando no banner abaixo:
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
2 Comentários

2 comentários :

  1. Muito interessante, fiquei interessada na leitura
    ritinhaangel.com.br

    ResponderExcluir
  2. O Denis leu esse livro outro dia e gostou bastante! Agora estou curiosa também!!
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir

O Dito pelo Maldito é um blog voltado para a literatura de contracultura . Seus textos são provocativos, críticos, cínicos e debochados, muitas vezes não tomando partido em uma questão apenas para poder agir como uma espécie de Advogado do Diabo do caso.
Na verdade um anti-blog criado para falar bem,...de tudo que você odeia.