domingo, 11 de setembro de 2016

10 Dicas para transformar o seu amigo em um leitor

Se você cativa o hábito da leitura, já deve ter sentido na pele o quanto é frustrante ter um bom amigo que não compartilha desse mesmo prazer. Por mais que você pressione, empreste livros e cobre a leitura quase que diariamente, algumas pessoas simplesmente parecem definitivamente fechadas para a leitura.
Se você passa por isso constantemente, talvez esteja fazendo isso de forma errada. Para transformar um amigo em um leitor assíduo, você precisa de um pouco de persuasão dura, jogos de poder, e algumas manobras manipulativas. Além de um implacável compromisso com o seu objetivo final.
É claro que não vai ser uma tarefa fácil. Provavelmente você lerá as dicas abaixo e pensar que 'são coisas terríveis de se fazer à um amigo'. Mas lembre-se que você está doando ao seu amigo o dom da leitura, e esse é o melhor legado que você pode passar para ele.
Mas se você está pronto para essa missão, siga os passos abaixo para para transformar o seu amigo em um leitor:

1. Planeje uma viagem de férias ou feriado prolongado com o seu amigo. De preferência para um lugar que você esqueceu de avisar que não tem wi-fi, nem TV, talvez nem eletricidade, e que chova bastante durante os dias de estadia. Claro,... Mas sempre lembrando de levar muitos livros.

2. Colocar um livro sorrateiramente na mochila do seu amigo quando ele estiver distraído. Talvez a curiosidade de encontrar um exemplar misteriosamente em suas coisas, gere uma proximidade insuspeita com o livro.

3. Na próxima vez que o amigo visitar a sua casa, substitua todos os alimentos da geladeira por livros.

4. Combinar com todos os seus amigos leitores para falarem sobre o mesmo livro em uníssono durante a próxima semana inteira. Continuem resenhando a história no ouvido dele, até que seu amigo não-leitor se sinta na obrigação de ler o livro, nem que seja pra voltar a fazer parte de suas conversas.

5. Prepare uma resposta automática dizendo "Shhh, eu estou lendo!" nos seus aplicativos e redes sociais para responder toda e qualquer mensagem dele.
6. Apele para o seu lado competitivo. Crie jogos em que ganha quem ler um capítulo inteiro primeiro, ou quem ler a maior frase em um único fôlego. A sua força de vontade pode desmoronar antes da dele, mas na pior das hipóteses, você pode fazer ele ler um livro inteiro sem nem perceber.

7. Sempre lembrar ao seu amigo que estudos apontam que as pessoas que leem mais são consideradas mais inteligentes, mais rápidas, mais fortes, mais altas, vivem mais tempo, são amis felizes, mais carismáticas, possuem o melhor sistema imunológico, menos colesterol, e possuem uma aura mística envolto deles.

8. Aleatoriamente citar trechos de livros em resposta a qualquer questão que dialoguem. Conduzindo seu amigo à um mar de referências literárias obscuras.

9. Convidá-lo para te acompanhar ao dentista, consultas, entrevista de emprego, ao veterinário, ou qualquer outro lugar que possua uma sala de espera onde ele possa ficar pelo menos meia hora entediado antes que você possa iluminar seus olhos oferecendo um livro.

10. Pode parecer cruel, mas as vezes será necessário ignorar o seu amigo. Em vez de entretê-lo com uma conversa quando estão juntos esperando a condução, use o seu livro para gastar o tempo e deixe ele amargar com o passar das horas, se lamentando em silêncio por não ter um também. Quando o seu amigo perceber que você se satisfaz plenamente com sua leitura, ele logo desejará sentir o mesmo.

Veja também:
- 6 Dicas para manter a leitura em dia nos tempos de crise
- 5 Maneiras simples de conquistar o coração de um amante de livros
- 7 Situações que tornam os leitores de livros um tanto presunçosos
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
2 Comentários

2 comentários :

  1. Eu tenho amigos que se eu fizer isso vou perder a amizade kkkkk brincadeira muito legal as dicas, beijos

    ritinha_25@hotmail.com

    ResponderExcluir

O Dito pelo Maldito é um blog voltado para a literatura de contracultura . Seus textos são provocativos, críticos, cínicos e debochados, muitas vezes não tomando partido em uma questão apenas para poder agir como uma espécie de Advogado do Diabo do caso.
Na verdade um anti-blog criado para falar bem,...de tudo que você odeia.