terça-feira, 20 de setembro de 2016

Fatos bizarros na história de 'O Corvo'

O grande público conhece o personagem O Corvo, criado por James O'Barr, graças ao filme cult de 1994, em que o seu protagonista Brandon Lee (filho do lendário Bruce Lee) acabou acidentalmente morto durante as filmagens. No enredo, um homem que volta dos mortos para vingar a própria morte, e a de sua noiva. Apesar de gerar três sequências inexpressivas e uma fracassada série televisiva, o filme dirigido por Alex Proyas se mantém como um clássico na mente de muitos, apesar da maioria desconhecer totalmente a mística por trás dessa história.
Um remake, com um roteiro mais fiel ao quadrinho original, já é prometido desde 2008, e parece que as notícias só começaram a tomar forma com a recente contratação de Jason Momoa para viver o vingativo Eric Draven.
Para ressuscitar essa lenda que possui um lugar cativo na cultura pop dos anos 90, listamos aqui alguns fatos bizarros (além dos já conhecidos) que rodeiam a mitologia de 'The Crow':

✔  Tudo começou com uma tragédia
Apesar de ficar popular através do filme de 1994, O Corvo foi originalmente criado para os quadrinhos por James O’Barr depois de uma tragédia. Em 1978, a namorada de James foi atropelada por um motorista bêbado e ele perdeu o controle. Acabou se alistando no exército e foi enviado para servir na Alemanha. Foi lá que, nas horas vagas, escreveu e desenhou as primeiras quarenta páginas de O Corvo em 1981. Sua tristeza e revolta com a morte da namorada deram o tom violento e melancólico que conhecemos do personagem. A HQ já foi publicada por aqui e hoje é considerada uma raridade, clique aqui para fazer o download do quadrinho completo em português.

✔ Brandon Lee pediu para remover um personagem do script
Após assinar o contrato para protagonizar O Corvo, ele fez questão de ler os quadrinhos, fazendo questão de uma alteração no roteiro. Lee solicitou o corte de um super-vilão asiático que usa magia oriental para roubar os poderes de Eric Draven, alegando que o personagem era um estereótipo.

✔ Foi usado um exemplar raro de Paraíso Perdido nas filmagens
Alguns dos atores escalados para os vilões de O Corvo, passaram por um pesado treinamento para retratar as personagens. Laurence Mason, por exemplo, trabalhou com o coordenador de dublês para aprender a manobrar facas de combate para interpretar Tin Tin. Michael Massee, que viveu Funboy, passava o dia usando roupas inspiradas em Iggy Pop e outras tiradas diretamente das páginas das HQs. Já Patrick Kelly, o T-Bird, usou uma inspiração mais literária para viver o seu personagem. Nas sequências de um flashback, ele cita trechos de Paraíso Perdido de Milton, e fez questão de comprar uma rara cópia antiga do livro para usar em cena.
✔ O criador James O'Barr faz uma participação especial no filme
Ele é o saqueador que rouba uma televisão após a explosão da loja de penhores invadida por Eric Draven.

✔ A Morte de Brandon Lee
A realização deste filme foi marcada pela morte de Brandon Lee, filho de Bruce Lee. Uma das cenas rodadas para o filme requeria que uma arma fosse carregada, engatilhada e apontada para a câmera mas, por causa da curta distância do take, a munição carregada era de verdade mas sem pólvora. Após a realização desta cena, o assistente do armeiro limpou a arma para retirar as cápsulas, derrubando um dos projéteis no cano. A cena seguinte a ser filmada envolvendo aquela arma era o estupro de Shelly, sendo que a arma foi carregada com festim (que normalmente tem duas ou três vezes mais pólvora do que um projétil normal, para fazer um barulho alto). Lee entrou no set carregando uma sacola de supermercado contendo um saco de sangue explosivo. No roteiro constava que Funboy deveria atirar em Eric Draven quando ele entrasse na sala, estourando o saco de sangue. O projétil que estava preso no cano foi disparado em Lee através da sacola que ele carregava, matando-o.
A cena da morte de Brandon Lee foi incluída na edição final do filme, mas não foi revelado ao grande público qual era essa cena na época do lançamento, o que gerou inúmeras especulações a respeito. Apenas vários anos após o filme ter entrado no circuito comercial, o ator Michael Massee, que interpretou Funboy, revelou em uma entrevista que fora ele que, sem saber, disparara a bala que encerrou a vida de Brandon, na cena em que Eric e Funboy se confrontam.

✔ As malfadadas continuações
Mesmo sem Lee, as sequências vieram com O Corvo: Cidade dos Anjosestrelado por Mia Kirshner como Sarah e Vincent Perez como Ashe Corven, lançado em 1996. Uma série curta de TV intitulada O Corvo: Stairway to Heaven , protagonizada por Mark Dacascos. Em 2000 tivemos O Corvo: Salvation, com Kirsten Dunst e Eric Mabius. E finalmente O Corvo: Wicked Prayer de 2005, certamente o pior de todos.
Desde a primeira ideia de fazer um remake em 2008, vários atores e diretores já passaram pelo casting do filme. A última esperança recai na recente contratação de Jason Momoa para o papel principal.
✔ A origem da maquiagem do personagem
Há rumores de que a composição da maquiagem de Eric Draven foi inspirada na imagem do Kiss e Alice Cooper, mas O'Barr nega veementemente este fato. Em uma convenção de quadrinhos em 2009, ele confessou que a origem do rosto do Corvo vem de uma máscara de marionete de um show que ele assistiu em um teatro de Londres.

Veja Também:
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
1 Comentários

Um comentário :

  1. Eu só sabia da morte... e já achava bem sinistro isso.

    Não vou dizer que adorei pq pareceria um tanto mórbido, mas... achei interessante.

    Bjkssss

    Lelê

    ResponderExcluir

O Dito pelo Maldito é um blog voltado para a literatura de contracultura . Seus textos são provocativos, críticos, cínicos e debochados, muitas vezes não tomando partido em uma questão apenas para poder agir como uma espécie de Advogado do Diabo do caso.
Na verdade um anti-blog criado para falar bem,...de tudo que você odeia.