ato sexualmente rotineiro

POSTADO POR: admin qui, 12 de junho de 2008

Em parte é o poder da rotina, um poder que mantém a maioria de nós. Um lugar para ir, uma coisa para fazer. Somos treinados desde o começo. Sair, entrar. Talvez haja alguma coisa interessante lá.
Que sonho ignorante! Parece a época em que eu saía para arranjar mulheres nos bares. Pensava, talvez esta seja a certa. Outra rotina. Mesmo assim, durante o ato sexual, pensava, esta é outra rotina. Estou fazendo o que acham que devo fazer. Me sentia ridículo, mas mesmo assim seguia em frente. O que mais poderia fazer? Bem, deveria ter parado.
Deveria ter parado e dito (ou mal dito):
– Olhe Garota, estamos sendo enganados,…estamos sendo apenas mais uma ferramenta estúpida da Natureza.
– Como assim?
– Digo,…é como os animais, tu já reparou em um casal de largatixa fodendo, ou algo assim?
Você é maluco,…vou dar o fora daqui,….
Tags: