Muita higiene faz mal pra saúde

POSTADO POR: admin ter, 06 de março de 2012

Sério! Eu realmente acredito nisso. Não
me chamem de ignorante, inimigo da ciência ou retrógrado. Eu simplesmente sou
um cara que acredita que limpeza em demasia e muitos cuidados com a saúde fazem
mal ao indivíduo. Torço para que um dia a ciência prove que estou certo, mas
estou ciente que isso provavelmente jamais acontecerá. Mas não ligo, tenho
pura convicção do que abordo neste texto.
Cheguei a esta peculiar opnião observando
as pessoas que me cercam…
Aqueles que tiveram um juventude mais
abastada, receberam cuidados por todos os lados e foram alimentados com tudo
que o nutricionista mandava, adquiriram costumes muito irritantes e uma saúde
que eu considero uma merda. É verdade que eles têm a pele limpa, os cabelos
lisos e corpos musculosos, mas aposto dez contos que se um deles comer uma
mão-de-vaca vai ter uma diarréia na hora. E essa diarréia será pura frescura.
Essa mesma galera fala em salmonela a cada trinta segundos, lava a mão antes e
depois de fazer qualquer ação e acha qualquer coisa nojenta, até mesmo uma
besteira como beber no mesmo copo de um amigo. Esse povo não está preparado
para o mundo real, o mundo dos botecos, dos boeiros estourados e dos espirros
alheios.
Por outro lado, aqueles que comeram a
mesma coisa que os adultos, jogaram bola na rua sob o Sol de meio-dia e beberam
água da torneira estão estranhamente saudáveis. Comem amendoim murcho, bebem
cerveja em copos sujos e consomem produtos com data de validade vencida sem
nenhum tipo de problema. Gosto desse povo. Não sou nenhum especialista, só
estou relatando o que observo. Se bem que eu acho que se você for perguntar o
porque disso para um médico, ele fará cara de bunda e dirá que é virose… como
eles sempre fazem quando não sabem qual é o problema.
Não sou louco, não defendo a imundice.
Sei a infinidade de doenças que a falta de higiene pode trazer. Também sei que
a falta de saneamento básico é capaz de ceifar muitas e muitas vidas. Afinal,
moro às margens de uma metrópole quente, suja e fedorenta, que vive torcendo
pelo menor chuvisco para vomitar líquidos escrotos de seus bueiros. É uma
merda, mas você acaba se acostumando. Não me orgulho disso, acho humilhante ter
que planejar onde vou apoiar meus pés a cada passo para evitar pisar em alguma
poça mais escura que eu. Mas assim é a vida no grande Recife. E aposto que é
assim em grande parte do Brasil. Não me entendam mal, só quero dizer que
existem cuidados realmente importantes e aqueles que devem ser considerados
como frescura.
Como disse uma colega minha “Quem
nunca comeu um biscoito do chão não sabe o que é infância
.”